quinta-feira, 17 de março de 2011

O Fim do Mundo






Evidências incontestáveis de que estamos muito próximos do fim!


Não há ser humano sobre a terra, e nem mesmo anjo algum nos céus, que possa aprender a situar os eventos atuais e entender a proximidade do fim, a menos que conheça a Bíblia, o único registro concedido à criação pelo Criador.

A Bíblia contém o registro minucioso de uma sequência de eventos profetizados, os quais se iniciaram no Éden e terminarão com o retorno do Senhor Jesus Cristo no último dia. E não há nada e nem ninguém que poderá mudar esta sequência inevitável. As Escrituras bíblicas não podem falhar e possuem a garantia de infalibilidade concedida pelo próprio Autor da Bíblia:

"Se ele chamou deuses àqueles a quem foi dirigida a palavra de Deus, e a Escritura não pode falhar, então, daquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo, dizeis: Tu blasfemas; porque declarei: sou Filho de Deus?" SENHOR JESUS CRISTO, João 10:35,36

"Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão." SENHOR JESUS CRISTO, Marcos 13:31

E é segundo a Bíblia, a Palavra de Deus, que podemos olhar para o Oriente Médio e conferir fatos atuais com as profecias bíblicas e vermos que estamos já nos últimos instantes. Antes, porém, de falarmos sobre as evidências que provam, pelas Escrituras, que estamos muito próximos da consumação dos séculos, mostraremos, brevemente, alguns argumentos utilizados por todos aqueles que não desejam o retorno de Cristo e o inevitável juízo de Deus sobre toda a humanidade.

O Argumento Falacioso da Suposta Repetição de Eventos Catastróficos

"A Bíblia anuncia terremotos, fomes e guerras, mas estas coisas sempre existiram"

A primeira coisa a ser feita diante de uma argumentação destas é excluir todos os eventos catastróficos que ocorreram antes de Cristo, pois foi Ele quem profetizou o surgimento de guerras e de rumores de guerras, de fomes e de revoluções, epidemias e perversidade crescentes nos últimos dias que antecederiam o fim dos séculos. Evidente, e obviamente, que tais eventos somente poderiam acontecer após este anúncio pela própria boca do Filho de Deus, logo, a referência não é a nenhum período antes de Cristo, mas ao final dos dias, nos últimos dias, isto é, agora, em nossos dias!

Segundo, não há sequer a necessidade de se despender muito tempo em pesquisas a fim de se demonstrar que este argumento, além de pueril, é um sofisma dos mais elementares e ingênuos. Somente por malícia ou por franca ignorância alguém pode deixar de reconhecer que os terremotos, as fomes e as guerras estão em uma escalada constante e se multiplicam como nunca jamais visto, em todo o curso da história da humanidade.

Outro Argumento Absurdo

"A História é cíclica"

Completamente falso! A história não é cíclica coisa nenhuma, assim como não é cíclico o curso de nossas vidas, pois nascemos, crescemos, vivemos e morremos, e estes eventos nunca jamais tornarão a se repetir. O argumento de que a História seria cíclica chega mesmo a ser infantil, pois estima-se que por volta do século I DC, a humanidade contava com cerca de 250 milhões de pessoas sobre a terra, e hoje há mais do que 6 bilhões e 500 milhões de pessoas sobre a face do planeta, e isto não poderia jamais ser o resultado de eventos cíclicos. O que vemos na multiplicação da humanidade, desde o dilúvio, é uma progressão crescente, inabalável e persistente do nascimento de seres humanos. Uma evidência de que a História não é cíclica.

Impérios surgiram e desapareceram, como a Grécia e o Império Romano, e o que veio após eles não possui nada de cíclico, a começar pelo avanço das ciências, a ocupação dos espaços inabitados da terra, a extração de recursos do subsolo, as mudanças nas economias das nações e até mesmo a extinção irreversível de criaturas da natureza. Até mesmo os modos de governo dos povos não possuem nada que possa caracterizar a História como uma sequência de eventos cíclicos. Até mesmo o vulcão Vesúvio, na Itália, é testemunha de que nunca jamais surgiu nada que pudesse se comparar à cidade de Pompéia que ele destruiu. Pompéia se foi, a cultura de então mudou, suas ruínas seguem em processo ininterrupto de decomposição e estas coisas nada têm de cíclicas.

A Evidência Inabalável da História: ISRAEL

Se lançarmos mão das Escrituras a fim de nos situarmos na História, veremos que sobre a nação de Israel as profecias bíblicas têm se cumprido til por til e vírgula por vírgula, como, por exemplo, quando Deus anunciou a dispersão dos judeus por toda a terra, o que se iniciou com a invasão de Jerusalém pelos romanos no ano 70 DC:

"Lembra-te da palavra que ordenaste a Moisés, teu servo, dizendo: Se transgredirdes, eu vos espalharei por entre os povos" Neemias 1:8

"Portanto, assim diz o SENHOR dos Exércitos, Deus de Israel: Eis que alimentarei este povo com absinto e lhe darei a beber água venenosa. Espalhá-los-ei entre nações que nem eles nem seus pais conheceram; e enviarei a espada após eles, até que eu venha a consumi-los." Jeremias 9:15,16

"Espalhei-os entre as nações, e foram derramados pelas terras; segundo os seus caminhos e segundo os seus feitos, eu os julguei." Ezequiel 36:19

O povo de Israel esteve disperso pelas nações por quase dois mil anos. O cumprimento destas profecias foi literal!

Israel Retorna à sua Terra após a Dispersão

Igualmente, em cumprimento literal das profecias bíblicas, Israel foi trazido de volta à sua terra, exatamente conforme Deus anunciou:

"Serei achado de vós, diz o SENHOR, e farei mudar a vossa sorte; congregar-vos-ei de todas as nações e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o SENHOR, e tornarei a trazer-vos ao lugar donde vos mandei para o exílio." Jeremias 29:14

"Tomar-vos-ei de entre as nações, e vos congregarei de todos os países, e vos trarei para a vossa terra." Ezequiel 36:24

Esta profecia já se cumpriu e Israel foi oficialmente reconhecido como nação no ano de 1948!

O Senhor Jesus Cristo Retornará Quando Jerusalém Estiver Sendo Destruída

A presença dos judeus em Jerusalém é necessária a fim de que se cumpram as profecias bíblicas sobre o fim e, principalmente, sobre o retorno do Senhor Jesus Cristo. E eles já lá estão!

"E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o espírito da graça e de súplicas; olharão para aquele a quem traspassaram; pranteá-lo-ão como quem pranteia por um unigênito e chorarão por ele como se chora amargamente pelo primogênito." Zacarias 12:10

Observem os impressionantes detalhes deste versículo e sua relação com as palavras do Senhor Jesus Cristo registradas no Evangelho e como o Senhor relaciona a sua vinda com o cerco a Jerusalém, o qual está prestes a ocorrer:

"Naquele dia, farei de Jerusalém uma pedra pesada para todos os povos; todos os que a erguerem se ferirão gravemente; e, contra ela, se ajuntarão todas as nações da terra." Zacarias 12:3

" Naquele dia, destruirei qualquer nação que atacar Jerusalém." Zacarias 12:9

"Quando, porém, virdes Jerusalém sitiada de exércitos, sabei que está próxima a sua devastação. Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes; os que se encontrarem dentro da cidade, retirem-se; e os que estiverem nos campos, não entrem nela. Porque estes dias são de vingança, para se cumprir tudo o que está escrito. Ai das que estiverem grávidas e das que amamentarem naqueles dias! Porque haverá grande aflição na terra e ira contra este povo. Cairão a fio de espada e serão levados cativos para todas as nações; e, até que os tempos dos gentios se completem, Jerusalém será pisada por eles. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas; haverá homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados. Então, se verá o Filho do Homem vindo numa nuvem, com poder e grande glória." Lucas 21:20-27

Os eventos atuais mostram que a política beligerante de Israel já está atraindo a antipatia do mundo inteiro, embora não saibam e nem entendam que Deus é quem está mantendo Israel em seu lugar, de onde não será removido, até que venha o Senhor.

Por fim, Israel será cercada, sitiada e atacada, e então se cumprirão as últimas profecias referentes ao fim. Terá, então, chegado o Dia do Senhor, o último Dia, o Dia do Juízo e do Arrebatamento da Igreja. Observem a sequência dos eventos bíblicos profetizados, a seguir:

"E vi a besta e os reis da terra, com os seus exércitos, congregados para pelejarem contra aquele que estava montado no cavalo e contra o seu exército. Mas a besta foi aprisionada, e com ela o falso profeta que, com os sinais feitos diante dela, seduziu aqueles que receberam a marca da besta e eram os adoradores da sua imagem. Os dois foram lançados vivos dentro do lago de fogo que arde com enxofre." Apocalipse 19:19, 20

"Marcharam, então, pela superfície da terra e sitiaram o acampamento dos santos e a cidade querida; desceu, porém, fogo do céu e os consumiu." Apocalipse 20:9

"Vi um grande trono branco e aquele que nele se assenta, de cuja presença fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles." Apocalipse 20:11

Fiquem de olho no que está acontecendo em Israel!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário